Lisboa · Portugal

Primeira e última

Eu ando afastada do blog por falta de tempo, com exceção de alguns dias em q me hospedei em hotéis no Estoril e em Sintra há mais de 1 mês q estou morando em aparts, primeiro em Lisboa e agora aqui, em Paris, de forma q preciso conciliar a voracidade turística c/a necessidade de cuidar de mim, da roupa, da casa e tal. Tenho bastante coisa anotada por aí, pretendo continuar qdo chegar em casa, mas fico dividida sobre o qto me expressar pois já ficou claro q mesmo quem gosta de ler nem sempre tá a fim de ler blog e a maioria das pessoas não lê nada, nunca. Então o melhor seria relaxar e fazer disso aqui um diário de bordo, sem me preocupar em agradar os leitores, mas, se estes não são importantes, porque escrever? Enfim, a vida é assim, a gente sempre na dúvida!

IMG_20180612_183312638_HDR
IMG_20180612_172945663_HDR

Vamos falar sobre Portugal, só agora me sinto distante o suficiente pra avaliar minhas impressões. O impacto inicial foi positivo, eu não imaginava encontrar cidadezinhas tão belas e 1 Lisboa moderna, cuja urbanização, arquitetura e acervo artístico me deixou boquiaberta. As coleções do Gulbenkian e do Berardo são inacreditáveis, preciosíssimas e de 1 bom gosto q eu jamais atribuiria aos realizadores dos barrocos rococos ou manuelinos flamejantes. Cidades como Porto, Cascais ou Sintra, as edificações contemporâneas da Praça das Nações, em Lisboa, ou o Rio Tejo são de 1 beleza comovente. A agenda cultural é animadíssima, fica difícil decidir onde ir, a vida é mais barata do q no resto da Europa, há excelentes restaurantes e uma gostosa familiaridade no ar.

IMG_20180519_115958854

Mas eu gostei de Portugal? Não muito. Antes de qq coisa pq o português é sombrio, faz aquele gênero “vim ao mundo pra sofrer”. Claro q tem gente divertida, claro q eles são tão fechados qto os outros europeus, claro q eu posso estar exagerando. Eu senti falta de mentes vibrantes, de tiradas perspicazes, de risadas espontâneas, achei tudo muito morno, reprimido, estável, homogêneo. Falta tesão nessa gente.

IMG_20180612_182709451_HDR
IMG_20180601_143919412_HDR

Depois pq a comida é basicamente bacalhau, polvo, sardinha, batata, umas raras couves, pão, queijo de cabra/ovelha e doces exageradamente açucarados, farinhentos, amanteigados. Sabe aqueles 500 tipos de tomates magníficos q se come na Itália? Em Portugal não tem nenhum. Os legumes e verduras são sem gosto; As frutas, tirando as laranjas e algumas dessas pequenas vermelhinhas, também são 1 droga, mamão, melão, melancia, maçã, pera, tudo bobo. E olha q variei bastante de fornecedor, comprei em mercados, mercearias e frutarias diferentes, eu simplesmente não acreditava q até o aspargo fresco ou a alcachofra fossem insossos. Eles têm bons azeites e vinhos. E só!

IMG_20180609_145602168
IMG_20180520_123846506

E além desses inconvenientes não consigo olhar pros seus altares de ouro, os pisos marchetados dos palácios ou o sofisticado mobiliário em madeira sem 1 esgar de desprezo por toda perversidade do imperialismo lusitano. Tudo bem q isso é coisa de Europeu, eles todos tiveram seus enredos cruéis, eu posso mais 1x estar exagerando. Porém eu sinto dessa forma, sou bisneta de índia, deve ser atávico: Perdoo não!

IMG_20180605_154852261
IMG_20180609_143412887

https://photos.app.goo.gl/tXxJ25jyCNz2HonbA

https://photos.app.goo.gl/vyhbfPMYZZ1tGRfq5

https://photos.app.goo.gl/Wyx0pP92hWcbHYjw2

9 comentários em “Primeira e última

  1. Gostei de saber de suas impressões sobre os lugares por onde anda, minha prima! Não é preciso haver concordância – menos, ainda, consenso – com suas impressões; elas têm valor por elas mesmas. Cada opinião – das mais variadas possíveis – enriquece o conhecimento de todos. Penso que é assim que se faz cultura! Ademais, é muito bom curtir as experiências daqueles de quem gostamos.
    Minha opinião: continue…
    … e cada um que as use, como lhe aprouver.
    Bjk

    Curtido por 1 pessoa

  2. Continue deixando as suas impressões gosto de ler principalmente para entender i porque diversas pessoas que conheço tem o sonho de ir morar em Portugal como se ai fossem ser as pessoas mais felizes e resolvidas da vida. Mas ainda não entendi njs

    Curtido por 1 pessoa

    1. Deve ser pq é um lugar seguro, quem vive no Brasil anda paranóico c/a violência. Mas pela quantidade de brasileiros q a gente vê em Portugal tenho a impressão de q essa segurança toda vai logo pro ralo!

      Curtir

  3. Ah Tiane, eu estou adorando “viajar” nas suas viagens!! Tive outra impressão dos Portugueses: conheci mal humorados, sofredores, alguns dramáticos e muitos bastante engraçados e alegres. A equipe com a qual trabalhei era durona mas muuuito simpática. Também não curti tanto bacalhau mas o pastel de Belém e os rissoles são irretocáveis. Aproveita agora e se perca em Paris: já conheceu a biblioteca nacional? Imperdível!!!beijos

    Curtido por 1 pessoa

    1. Menina, eu achei o pastel de Belém horrível, rissoles eu nem comi! O bacalhau realmente é delicioso, até chegar no ponto em que eu não aguentava mais o trio “bacalhau, batatas e grelos”. Fui não, valeu a dica. Bjo.

      Curtir

Os comentários estão fechados.