Treinando a escrita

Entre as coisas que gosto de fazer além de viajar está escrever. Eu produzo pouco, coisa de virginiana mal resolvida que só dá o assunto por encerrado quando o texto atende a seus critérios exagerados. Mas desenvolver uma história e contá-la com as palavras certas me deixa muito feliz, afinal, é para isso que a vida serve!


Explode coração, na maior felicidade

A maior festa da cidade, aquela que congrega foliões dos mais variados tipos e crenças num caldeirão de alegria é pagã e isso me diz que, afinal, a humanidade ainda pode ter jeito. Orientados pelo batuque, inebriados pelo álcool e encharcados de calor essa gente vivencia o momento como único, solta o corpo como nunca e se deixa levar na exaltação de uma alegria agendada, que poderia transcender ao cotidiano num carro alegórico displicentemente perdido de seu carnaval.

clique aqui para continuar